E AGORA? (O que espero de Temer e as oportunidades) | Focalise
Criatividade

E AGORA? (o que espero de Temer e as oportunidades)

Temer e as oportunidades
André Momberger
Escrito por André Momberger

O que espero de Temer e as oportunidades. Esta semana foi marcada pela aprovação no Senado brasileiro do afastamento da Presidente Dilma de sua função e por consequência a chegada de Temer e de um novo Governo

Será mesmo tão novo?

Sob ponto de vista de figuras carimbadas de nossa política, nem tão novo assim. Só para efeito de comparação, 40% do atual ministério já atuaram ou com Lula ou com Dilma. Partidos notoriamente fisiológicos já fazem parte da atual “base aliada” (odeio esta expressão).

Mas tem alguns pontos que temos que levar em consideração que estão me deixando otimista em relação ao Futuro do Brasil

Vejamos o seguinte: Parte do trabalho “sujo” já foi iniciada no Governo Dilma, como por exemplo, o repasse das tarifas pública represadas, ajustes do setor elétrico e medidas mesmo que pontuais e insuficientes de ajustes fiscais já foram iniciadas.

Já podemos notar um arrefecimento na curva inflacionaria que no seu auge beirou os 11% ao ano e encaminha-se para 9% neste momento, podendo atingir 7,5% ate final de dezembro.

Esta imagem de quem foi responsável por este caos econômico já colou no PT e em Dilma. Temer parte ao menos sem este viés negativo.

Meirelles
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Um segundo ponto, e na minha visão o mais consistente deles é a escolha de Henrique Meireles para comandar a Economia.  Profundo conhecedor do tema, prestigio e respeito internacional e acima de tudo, homem de execução. Já demonstrou sua competência a vida inteira como executivo e durante 8 anos do Governo Lula.

Teremos aqui compromisso com a questão fiscal, aumento de credibilidade e já sinalizou como prioridade a inadiável reforma da previdência.

Daqui já partimos para o terceiro ponto relevante em relação á coalizão partidária. A priori, Temer parte com ampla maioria no Congresso para aprovar medidas mais duras e ate mesmo impopulares (mas necessárias). Até a oposição poderia estar favorável a determinadas reformas, para jogar o custo “impopular” a Temer.

Inegavelmente Temer é muito mais hábil do que Dilma do trato político e menos centralizador, o que facilitara todo este processo

Como quarto ponto cito a premente necessidade de investimentos em infra-estrutura. Aqui estamos diante de uma grande oportunidade. Temer já adiantou que esta entre seus projetos prioritários  marcos regulatório, parcerias publica-privadas e menos interferência no ROI dos projetos. Isso tende a atrair muitos investidores. Aqui se abre outra frente de investimentos que já comento mais adiante.

brasil-protesto-tarifa-transporte-rio-de-janeiro-20130620-23-size-598
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Quinto ponto: Será  que a militância do PT esta com o mesmo gás para causar tumultos? Creio que não e acredito de toda forma que seria uma tremenda “bola fora” Apesar do presidente do partido ser meio “Xiita”, Lula é um político moderado, mas acima de tudo muito esperto. Sabe ler como ninguém o sentimento das ruas. Um recuo estratégico e preparação para 2018 talvez fosse o melhor caminho para o PT, pois Dilma já é carta fora do baralho (e ele sabe disto). O movimento das ruas teria que vir a partir de protestos caso Temer comece a “pisar na bola”. E preferencialmente, sem motivação a partir do PT.  Conseqüência? Talvez alguns meses de trégua

Como sexto e último ponto, cito o que talvez seja um motivo de desestabilização deste Governo novo (novo??)

boopo-moro-lava-jato-boliche-620x481
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
A Operação Lava Jato. É notório o potencial de Temer ter vários membros de seu staff correndo risco de serem investigados ( alguns já o são ) e por conseqüência causar uma certa desestabilização .

A lava jato é “patrimônio” nacional e não pode em hipótese alguma sofrer interferência, seja ela qual for, para travar seus trabalhos. Aqui é o famoso doa a quem doer. Sem dúvida  nenhuma Temer terá que lidar com isso.

Mas e daí?  Onde estão as oportunidades de investimentos?

Visualizo alguns ativos para receberem mais atenção:

Renda variável:

Tivemos um up side considerável no período pré impeachment, chegando a próximo de 40% em dólar. Boa parte dos ativos já precificou. Mas acredito que tenhamos espaço ainda para mais subidas. Não acredito em rally, mas 59000/60000 são patamares muito factíveis. Alguns papéis podem oferecer um bom up side ainda, principalmente ligados a infra-estrutura.

Obs.: Gosto muito de operações estruturadas para cenários ainda não mitos claros, pois temos a condição de reduzir drasticamente o risco inerente neste tipo de investimento (Conheça mais AQUI) 

Oferta publica de Credito privado:

Fique atento aos lançamentos de projetos de infra-estrutura, pois as pessoas físicas podem ter isenção tributaria; títulos atrelados a inflação, oferecem um ganho potencial fabuloso. Além disto, com ótimos emissores

Fundos Imobiliários:

Este setor apanhou muito nos últimos 3 anos, mas a perspectiva de redução nas taxas de juros e possível recuperação econômica trazem novamente uma nova perspectiva. Lembrando que também são investimentos com isenção tributaria para pessoas físicas.

Renda fixa:

Acho que estamos diante da “última chamada”, ou janela de oportunidade ainda para obter taxas absurdamente altas com prazos longos. Ainda acredito que NTNBs 2035 e 2050 oferecem possibilidade de ganhos nos próximos 2 anos, tendo em vista a provável redução da taxa de juros. Títulos pré-fixados ainda oferecem certa gordura, mas aqui me refiro aos privados (CDBs e LCs)

Fundos Multimercados:

Um novo horizonte econômico, ligado a estabilidade, queda de juros e controle inflacionário tende a favorecer esta categoria de fundos.  Aqui recomendo você consultar um especialista para te ajudar nas avaliações, pois a indústria é muito  diversificada .

Investimentos OFF Shore:

A queda do dólar, volta a tornar atrativo as opções de diversificação internacional Existem varias alternativas desde dentro do Brasil, ate mesmo diretamente com conta em Instituições estrangeiras. (realizei uma palestra sobre este tema em um Congresso. Se quiser assistir-me peça pelo [email protected] que te envio o link)

Muito bem! Resumindo é esta minha visão para este novo Governo e porque estou mais otimista que pessimista.  Espero estar certo!!

Como sempre, sua opinião é bem vinda! Aguardo seus comentários

Grande abraço

Gostou deste artigo? Veja mais aqui

Sobre o autor

André Momberger

André Momberger

Administrador de Empresas com Especialização em Marketing e Finanças.

Financial Advisor, atua no mercado desde 2001 e como trader profissional desde 2004.

Share This
[d]
[d]
[d]
[d]