Qual seu maior medo? | Focalise | Investimentos em Foco
Gestão de riscos

Qual seu maior medo?

administração de risco
André Momberger
Escrito por André Momberger

“Tudo na vida é administração de risco, não sua eliminação.” Walter Wiston, ex-presidente do Citicorp

Independente do estágio de vida que você se encontra, quando tratamos de narrativas de trajetórias, objetivos, enfim, o termo que decidirmos usar para descrever a movimentação de um ponto A para um ponto B, carregamos alguns pontos que chamo de riscos possíveis.

Você pode estar indo muito bem. Tudo pode estar funcionando conforme o seu planejamento original. Metas atingidas, projetos sendo realizados e esta movimentação te leva dentro do previsto em direção ao Ponto B.

Mas deixa eu te fazer uma pergunta: Quais são hoje os riscos que podem atrapalhar esta trajetória. Quais são os riscos que poderiam não deixar acontecer este processo? Quais os riscos que nos desviariam desta rota provável?

Vou te falar agora de 5 tipos de risco que julgo serem os mais recorrentes e que de alguma forma podem travar nosso processo.

O primeiro deles: Morte Prematura. POR MAIS que as estatísticas indiquem o contrario e estejam a nosso favor, ninguém sabe o momento que deixaremos de existir. Pode levar dezenas de anos, mas pode ocorrer a qualquer momento. Não me entendam mal, por favor. Não estou “matando” ninguém. Apenas alertando para este tipo de risco possível.

O segundo seria relacionado à Perda de Renda.  Pode ser a perda de emprego, de representação, um novo começo (profissionais liberais), uma falência. Algo que interrompa repentinamente um fluxo normal de entrada de receitas que certamente te ajudam naquela trajetória.

O terceiro Risco, próximo da família do primeiro, mas com conseqüências diretas em sua atividade de trabalho: Invalidez.  Aqui me refiro a você não conseguir exercer em hipótese alguma, sua atual atividade laboral.  Além da interrupção de renda, traz todo um contexto novo de vida e relacionamento com as pessoas em nossa volta.

O quarto risco está ligado à forma como você administra seu orçamento. Gastar muito e mais do que ganha.  Aqui, as conseqüências iniciais, podem não ser percebidas, mas a médio e longo prazo existe uma grande possibilidade de você não chegar ao ponto B.

E o quinto e ultimo risco é o que chamo de Investir mal. Neste estágio, existe ate sobra de capital, mas você pode estar colocando estes recursos em ativos de muito risco, ou que ate mesmo, tenham a tendência de perder valor no médio e longo prazo.

Continua na próxima semana.

Sobre o autor

André Momberger

André Momberger

Administrador de Empresas com Especialização em Marketing e Finanças.

Financial Advisor, atua no mercado desde 2001 e como trader profissional desde 2004.

Share This
[d]
[d]
[d]
[d]