Saiba agora como proteger seu dinheiro com fundos cambiais!
Gestão de riscos

Saiba agora como proteger seu dinheiro com fundos cambiais!

fundos cambiais
Focalise
Escrito por Focalise

Para investidores que querem manter o equilíbrio e bom retorno nas aplicações, montar uma carteira de investimentos é uma ótima opção. Por isso, se deseja reduzir os riscos e otimizar os lucros, saiba como proteger o seu dinheiro com fundos cambiais no mercado.

Não é incomum se deparar com investidores que ficam confusos na hora de planejar onde aplicar o seu dinheiro. Muitas vezes, o problema está em não alinhar o objetivo pretendido com a função do produto escolhido. E esse é um erro que pode levar a perdas financeiras. Fique atento!

No conteúdo de hoje, você encontrará informações sobre como proteger o seu dinheiro com fundos cambiais e algumas respostas aos principais questionamentos a respeito desse tipo de investimento. Continue a leitura!

O que são fundos cambias?

Os fundos cambiais são produtos financeiros que têm o objetivo de garantir a manutenção do poder de compra em moeda estrangeira do investidor ou acompanhar as variações dessa moeda. Portanto, é um tipo de produto que não tem como função aumentar o patrimônio.

Em geral, os fundos cambiais estão atrelados a alguma moeda estrangeira, geralmente o dólar. Mas é possível encontrar fundos associados ao euro, por exemplo. É importante destacar que quem aplica o dinheiro deve estar atento a qual moeda o fundo está atrelado.

O investidor também deve ficar atento à variação cambial, já que esse tipo de aplicação está sujeito às oscilações da taxa de juros indexadas (cupom cambial). 

De maneira simplista, proteger o seu dinheiro com fundos cambiais requer um bom planejamento e cautela, já que ele não tem o objetivo de multiplicar o patrimônio, mas sim protegê-lo contra a desvalorização do real em médio e longo prazo. 

Como esses fundos funcionam?

Muitos investidores querem simplesmente encontrar um fundo para resguardar o dinheiro de possíveis variações de mercado que podem levar a perdas e outros prejuízos financeiros.

Esse procedimento de resguardar o dinheiro em um fundo é chamado de hedge ou proteção, como ocorre nos fundos cambiais, e acompanha a flutuação de uma moeda estrangeira, e não um indicador do mercado financeiro.

Além dessa função, ao proteger o seu dinheiro com fundos cambiais, dois pontos importantes devem ser observados. O primeiro está relacionado à taxa de administração, a qual, se for muito elevada, pode comprometer os ganhos da aplicação. O segundo ponto é referente ao Imposto de Renda, já que são cobradas sobre o rendimento da aplicação alíquotas de 22,5% a 15%, dependendo do prazo que o dinheiro permanece investido.

Via de regra, os fundos cambiais não investem em moeda estrangeira diretamente, mas em empresas e bancos que emitem a moeda estrangeira. Dessa forma, a composição da carteira é feita por meio de operações com derivativos, e não mais em papéis remunerados em dólar.

Ainda que aplicar o dinheiro em fundos cambiais seja uma boa opção, é preciso verificar qual é o objetivo em questão, já que o imposto de renda reduz esse tipo de proteção. Viagens rápidas ao exterior, por exemplo, podem ser feitas de outras maneiras e com soluções mais práticas, como cartão pré-pago ou moeda em espécie.

Para que tipo de investidor os fundos é indicado?

Os fundos cambiais são aplicações que se destinam a proteger o dinheiro das variações de mercado. Por isso, são indicadas basicamente para pessoas ou empresas que têm dívidas em moeda estrangeira — ou qualquer outro tipo de obrigação de longo prazo no exterior, como planos futuros em outro país.

Empresas importadoras, pessoas que mandam dinheiro para familiares no exterior, estudantes ou profissionais que pretendem ir para fora do país estudar e fazer algum curso. Todos esses são perfis que podem contar com os fundos cambiais como uma ótima opção para proteger o dinheiro das variações de mercado.

É importante ficar atento ao perfil de investimento desse tipo de produto financeiro. Isso porque, em um cenário de desvalorização ou grande oscilação da moeda de referência, o fundo pode não ser tão vantajoso para quem almeja algum tipo de rentabilidade.

Apenas investidores com amplo conhecimento nesse tipo de mercado e muito bem qualificados conseguem, eventualmente, obter bons retornos com apostas na oscilação de moedas, o que é considerada uma operação bastante arriscada.

Portanto, é fundamental que o investidor tenha consciência de que a aplicação nos fundos cambiais se destina a proteção do seu patrimônio.

Quais são os riscos envolvidos?

Investir em fundos cambiais pode ser uma excelente opção, principalmente para quem opta pela diversificação e está acostumado com as oscilações da renda variável no mercado, como abordamos anteriormente. Mas um dos grandes riscos de se investir nesse tipo de produto financeiro é o sobe e desce do dólar. 

Isso acontece porque essa moeda estrangeira é muito instável, circunstancial e, da mesma forma que sobe rapidamente, pode reduzir o ganho acumulado dos aplicadores na mesma proporção.

Investir em fundos cambiais não é o tipo de aplicação em que a rentabilidade é cumulativa, muito pelo contrário: a oscilação e a volatilidade de mercado podem fazer com que os ganhos do investidor se percam de uma hora para outra.

Também é importante destacar que o investidor que aplica em fundos cambiais tem uma dificuldade em prever o desempenho das moedas, já que o dólar é bastante volátil. Por isso, vale lembrar da importância de contar com uma diversificação de patrimônio, que pode variar de acordo com o perfil de investidor.

Esse fundo pode ser uma alternativa interessante para quem acredita em uma alta do dólar ou quer proteger o patrimônio para fazer uma viagem ao exterior, garantir a segurança financeira em um cenário de forte depreciação do real, entre outros fins.

Portanto, para aplicar em fundos cambiais de maneira segura, é importante que o investidor adquira uma boa base de conhecimento sobre o mercado financeiro. A partir disso, ele terá consciência do seu perfil, saberá dos objetivos do produto financeiro escolhido e poderá fazer investimentos mais sofisticados.

Agora que você já sabe como proteger o seu dinheiro com fundos cambiais, complemente a sua leitura com o nosso material “Quer saber onde investir até 300 mil reais? Veja nossas dicas!“.

Sobre o autor

Focalise

Focalise

A Focalise surgiu da necessidade dos investidores em ter um ambiente para o debate, educação e apoio às decisões no mercado de capitais.

Buscamos informar, orientar, educar e oferecer serviços que facilitem o entendimento e a identificação das oportunidades de investimentos.

Share This
Navegação
[d]
[d]
[d]
[d]