Como ficar milionário? Saiba tudo o que você precisa!
Dicas

Como ficar milionário? Saiba tudo o que você precisa!

Focalise
Escrito por Focalise

Como ficar milionário? Essa certamente é a pergunta que move muita gente por aí, não é mesmo? O mais engraçado disso — se não for trágico — é que a resposta é bem simples: para ficar milionário basta conseguir muito dinheiro.

É estranho falar algo tão óbvio assim, mas essa é a verdade. Milionários são pessoas que criaram hábitos específicos e focaram-se em fazer mais e mais dinheiro. Dessa forma, podemos dizer que milionários pensam e agem de uma maneira que lhes permita conseguir o patrimônio que têm.

Você ainda não conhece esses comportamentos e atitudes, mas quer descobrir quais são? Então, continue a leitura! A gente explica.

O que impede você de ser milionário?

Antes de falarmos sobre o que fazem os milionários, é muito importante que expliquemos por que você ainda não faz parte desse seleto grupo. Existem alguns comportamentos e pensamentos que prejudicam o acúmulo de dinheiro. A seguir falaremos sobre eles.

Você não tem contato com a riqueza

O primeiro grande dificultador do seu enriquecimento é que você provavelmente não tem contato com grandes riquezas, não é mesmo? Mesmo ganhando bem, imaginar R$ 1 milhão no banco parece algo distante e inalcançável.

Graças a isso, seu cérebro deixa essas ideias de lado e acaba se focando no que é mais próximo, como seu trabalho, as contas no final do mês, uma viagem a mais para a Europa etc. Isso vira um ciclo vicioso e você acaba esquecendo de buscar o enriquecimento.

Seu medo atrapalha diariamente

Além disso, o conservadorismo e o medo excessivo é um grande problema. Se você tem medo de arriscar, medo de perder dinheiro, medo de investir, medo de passar por dificuldades ou medo de colocar suas ideias à prova, o dinheiro certamente não virá para seus bolsos.

Para enriquecer é preciso arriscar. Quando fazemos sempre as mesmas coisas, trabalhamos do mesmo jeito e temos as mesmas despesas, nada mudará. Para conseguir algo novo é necessário, antes de mais nada, fazer coisas diferentes — e elas nem sempre são fáceis ou seguras.

Abrir mão é uma coisa difícil

Milionários constantemente abrem mão de prazeres imediatos para conseguir grandes resultados no futuro. Não é raro encontrarmos diretores de grandes empresas que preferem fazer uma ligação pelo WhatsApp — em vez de usar a sua linha telefônica — apenas para economizar.

Será que você tem conseguido abrir mão de jantar em restaurantes todas as noites, das compras no shopping e de dar o novo videogame dos filhos?

Falta planejamento em sua vida

Somado a tudo isso, o planejamento financeiro e familiar também é fundamental para o enriquecimento. Você já se programou para os próximos cinco anos? Pode até parecer exagero, mas o planejamento a longo prazo é um dos grandes segredos dos milionários.

Se daqui a seis anos seus filhos vão para a faculdade, a economia precisa começar a ser feita hoje, por exemplo. Todos os gastos precisam ser programados, assim não acontece um descontrole e você organiza as finanças da família.

Mesmo que você ganhe o suficiente para pagar a faculdade dos seus filhos à vista, o planejamento é fundamental. Ele ajudará a saber o que acontece com seu dinheiro e qual é o destino de cada centavo que entra em sua conta.

O que fazer para ser milionário?

Para ser um milionário, como você já deve ter percebido, o primeiro passo é parar de fazer as coisas que lhe impedem de acumular dinheiro. Essa é, sem dúvida, a parte mais difícil, porque faz com que você tenha que mudar hábitos e comportamentos que já fazem parte da sua vida.

Além disso, algumas atitudes podem — e vão — lhe ajudar a ser um milionário. Veja que atitudes são essas a seguir!

Não subestime os valores

Você já reparou como sua fatura do cartão sempre parece vir alta demais, mesmo que você acredita não ter gastado tanto? Isso provavelmente acontece por causa das escolhas que faz.

Ao escolher, por exemplo, uma passagem aérea de primeira classe você está pagando mais do que quem opta pela econômica, correto? Apesar da diferença entre essas opções, será que você realmente precisa de tanto conforto em uma viagem curta?

Pode não parecer, mas economias como essa fazem toda a diferença. Os milionários perceberam que esses pequenos valores, quando investidos, podem gerar grandes fortunas. Eles não subestimam o valor de nada e sempre têm em mente que adquirir uma coisa é abrir mão de outra.

O grande segredo, nesse caso, está no juros composto, o famoso juros sobre juros. Da mesma forma como a dívida do cartão de crédito cresce em níveis astronômicos, o dinheiro investido pode, também, chegar a esse nível se você tiver disciplina e não subestimar os pequenos gastos e economias.

Crie metas realistas

Os milionários não ficam ricos de uma hora para outra, tampouco juntam dinheiro sem algum norteamento. Para atingirem seus objetivos eles usam metas. Essas pessoas reconhecem suas posições, entendem suas capacidades e criam marcas a serem alcançadas.

Até aí, tudo parece muito normal, não é mesmo? Todos nós temos objetivos, criamos metas e tentamos alcançar certos resultados dentro de um tempo determinado. Só que os milionários vão um pouco além: eles criam metas realistas.

Ao reconhecerem suas capacidades, eles podem montar planos diretos, objetivos e condizentes com a realidade. Um milionário não cria uma meta que não pode ser alcançada, já que ele sabe que isso é só uma perda de tempo.

Quando nos focamos em algo impossível, tendemos a não alcançar nossos objetivos, ficamos frustrados e podemos, inclusive, desistir de fazer aquilo que queríamos. Por isso que é fundamental pensar em etapas.

Você realmente quer ficar milionário? Tudo bem, essa pode ser sua meta. Entretanto, não espere concluí-la dentro de um ano. Em vez disso, que tal poupar R$ 50 ou 60 mil no ano? Ou, então, R$ 5000 por mês? Faça tudo aos poucos, sempre dentro das suas possibilidades.

Aprenda com os milionários

Para nos destacarmos em algo, precisamos aprender com os melhores, concorda? Logo, escutar o que os milionários têm a dizer, conhecer suas histórias de vida e seguir suas dicas é a melhor coisa a ser feita. Eles já chegaram lá, eles sabem como fazer e muitos deles estão dispostos a ensinar.

Frequentemente vemos milionários dando entrevistas em blogs, jornais e canais do YouTube. Procure por essas pessoas, escute o que elas têm a dizer, anote tudo, coloque em prática o que conseguir. Se eles chegaram lá, é porque sabiam o que estavam fazendo.

Ganhar dinheiro não é uma questão de sorte. Tudo depende de conhecimento, habilidade e coragem para colocar em prática as ideias que vão contra o senso comum. Afinal de contas, se ele — o senso comum — estivesse certo o mundo teria mais milionários e menos endividados, não é mesmo?

Como ficar milionário pensando como um?

Depois de ter lido o texto até aqui, você provavelmente já percebeu que milionários são pessoas que fogem do tradicional, não é mesmo? Muito disso se deve ao mindset (mentalidade) deles. Por pensarem diferente, começam a agir de forma distinta e, com isso, conseguem o sucesso que têm.

Por isso é que sempre falamos, insistimos e repetimos que a sua forma de pensar é o que definirá seu futuro. A seguir listamos alguns dos pensamentos que fazem os milionários alcançarem o sucesso. Confira!

Dinheiro precisa gerar mais dinheiro

A grande regra de qualquer milionário é que dinheiro precisa gerar mais dinheiro. Não adianta nada ganhar uma fortuna e deixá-la parada ou só usá-la para cobrir as despesas. Pessoas ricas reconhecem que seus recursos são ferramentas para gerar ainda mais recursos.

Os milionários investem, sempre fazendo com que seu patrimônio aumente dia após dia. Eles entendem que o dinheiro precisa trabalhar para eles e não o contrário. Dessa forma, essas pessoas conseguem criar um patrimônio muito maior.

Ao mesmo tempo que ganham dinheiro com seus trabalhos, eles também têm uma segunda renda que vem dos investimentos. Lembra que falamos sobre os juros compostos? É deles que surgem essas oportunidades.

Gastos precisam ser escolhidos com calma

Milionários sabem que existem dois principais caminhos para o dinheiro. Eles podem se tornar ativos (ganhos) ou passivos (despesas). Com isso em mente, eles escolhem cuidadosamente quais são os custos que querem para sua vida.

O carro, por exemplo, pode ser um passivo. Ele sofre deterioração, você precisa gastar com manutenção, gasolina, seguro, licenciamento etc. Isso significa que, além do dinheiro que foi usado para comprar o carro, ele ainda trará mais custos para sua vida.

Por outro lado, um investimento em título público segue o caminho oposto. Ao colocar seu dinheiro em uma aplicação como essa, ao final do período de investimento você não só resgata todo o valor emprestado, como também recebe um valor bônus, que é o juros referente ao período.

Viu a diferença? No primeiro caso temos um passivo: você coloca seu dinheiro, o bem vai perdendo valor e no final existe um prejuízo. No segundo caso temos um ativo: você empresta seu dinheiro para alguma instituição e o valor final é maior do que o valor inicial.

Por isso você precisa escolher muito bem os seus passivos. Tenha em mente que eles são necessários e muitas vezes dependemos deles — como é o caso da casa em que moramos ou do carro que dirigimos —, mas que esses gastos sugam o seu dinheiro.

Vender horas não faz você ficar rico

O trabalho é uma fonte de renda relativamente segura, eficiente e necessária, não é mesmo? Sem ele não conseguimos nosso dinheiro e nem cumprimos com as obrigações legais.

Quando trabalhamos, trocamos horas produtivas por uma remuneração. Significa que estamos vendendo nosso tempo e recebendo dinheiro por isso, não é? Só que o dia só tem vinte e quatro horas, então existe um limite para o que pode ser feito nessa relação de tempo x dinheiro.

Para burlar essa regra você precisa arrumar uma forma de ganhar mais trabalhando menos. Já falamos disso: o segredo é colocar o seu dinheiro para trabalhar para você.

Então, assim como os milionários, não ache que você está trabalhando pouco só porque não está recebendo mais. Entenda que o trabalho, por si só, não enriquece ninguém, ele é apenas uma maneira que temos para vender nosso tempo. Para ser um milionário você precisa ir além disso, arriscar, investir e ser criativo.

O dinheiro traz, sim, felicidade

Desde pequenos nós escutamos as pessoas mais velhas falando que o dinheiro é sujo, que precisamos lavar a mão depois de tocar no dinheiro, que dinheiro não traz felicidade e que pessoas bem-sucedidas provavelmente fizeram algo ilegal para chegar onde estão.

Por mais que você ache que isso não influencia na sua vida, a realidade é outra. Esse tipo de frase foi repetida tantas vezes durante nossa infância que hoje elas se tornaram crenças limitantes. Você nem precisa mais pensar nessas coisas, mas elas interferem em sua vida.

É graças a esse tipo de crença que temos comportamentos sabotadores. Sabe quando estamos no supermercado, podemos escolher entre dois produtos semelhantes e, por algum motivo, sem causa aparente, escolhemos o mais caro? É por causa dessas crenças limitantes.

O mesmo vale para gastar dinheiro em excesso. Quantas vezes você sabia que não podia fazer uma compra, que não era hora de ter um novo carro, que criaria uma dívida por causa do gasto e comprometeria seu dinheiro do próximo mês, mas, mesmo assim, gastou dinheiro com coisas supérfluas?

Quando fazemos coisas assim, damos a entender que estamos jogando o dinheiro fora. Isso alivia nossas crenças limitantes e evita que pensemos sobre a sujeira do dinheiro, por exemplo. Só que não dá para ser milionário assim, não é mesmo?

Milionários não veem o mundo dessa forma. Eles amam o dinheiro, gostam do que pode ser feito com ele, sentem prazer em aumentar seu patrimônio. Eles entenderam que dinheiro não é o mesmo que felicidade, mas ele é um meio para ter segurança, conforto e momentos especiais.

Riscos podem ser controlados

Além de tudo isso, milionários tem outra característica muito especial: eles aceitam correr riscos. Eles se engajam em projetos, tomam decisões, apostam seu dinheiro e fazem com que seu capital cresça à medida que fazem boas escolhas.

Entretanto, nada disso é feito ao acaso. Eles não fazem nada sem conhecimento, sem entender o mercado ou sem projetar cenários futuros. Pessoas bem-sucedidas sabem que é necessário fazer a gestão de riscos.

Por isso é que milionários são capazes de colocar seu dinheiro em jogo: eles não apostam em causas perdidas. As decisões são tomadas com respaldo, com cuidado e, principalmente, com muita análise diante dos futuros cenários do país e do mundo.

Graças a esse fato, podemos dizer, também, que uma personalidade mais analítica faz parte do mindset dos milionários.

Quais são os passos para ser um milionário?

Agora você já sabe o que lhe impede de ser um milionário, o que pessoas milionárias fazem e qual é o mindset necessário. Toda essa parte é um pouco mais teórica, não é mesmo? Agora está na hora da parte prática, ou seja, o passo a passo de como ficar milionário. Então, já pegue uma folha para anotar o que deve ser feito e continue a leitura!

Realizar um bom planejamento financeiro

A primeira etapa para se tornar um milionário é o planejamento financeiro. Você precisa conhecer suas finanças, traçar planos, definir gastos e dinheiro a ser poupado. Se possível — e é extremamente recomendado — use uma planilha para acompanhar tudo.

O planejamento financeiro é dividido em três etapas: entendimento de gastos e recebimentos, criação de uma reserva de emergência e estabelecimento de metas.

Para entender seus gastos e recebimentos você precisará anotar tudo relacionado ao dinheiro. Cada centavo que entra e sai da sua conta precisa ser acompanhado, tudo bem? Assim fica fácil entender para onde vai sua renda e o que pode ser feito para mudar a situação atual.

É um pouco difícil fazer isso, mas existem vários recursos tecnológicos que podem ajudar. A clássica planilha, como já falamos, é um exemplo. Entretanto, algumas pessoas não têm tempo para preenchê-las. Nesse caso, o uso de algum aplicativo de finanças é indicado.

Uma opção interessante é o Guiabolso. Ele integra suas contas e cartões e anota todo o gasto, dividindo em categorias e facilitando o acompanhamento.

Depois de saber como anda seu dinheiro, é hora de criar sua reserva de emergência. Essa reserva é um dinheiro que fica guardado e serve para ser usado no caso de alguma eventualidade, como uma crise econômica que abale o país ou um acidente que impossibilite você de trabalhar.

Essa reserva precisa proteger sua família. Por isso o recomendado é que ela seja equivalente, no mínimo, a seis meses do sua renda mensal. Isso permite que você e sua família tenham o período de seis meses para saírem de alguma situação complicada que possa surgir.

Por último, você precisa criar metas. As metas vão definir o destino do seu dinheiro. Quer viajar? Então crie a meta de juntar R$ X mil até a data da viagem, assim você não pesa seu orçamento, paga tudo à vista, ganha descontos e ainda consegue deixar um pouco de dinheiro sobrando.

Para começar com o pé direito, que tal fazer da reserva de emergência a sua primeira meta a ser alcançada?

Poupar dinheiro

Como você já deve ter percebido, tanto para conseguir a reserva de emergência quanto para ficar milionário ou para atingir metas será necessário poupar. Não existe consenso sobre quanto é o ideal para poupar, mas guardar 15% da sua renda mensal já é um ótimo começo.

Ao ler isso, várias pessoas podem pensar que não é possível guardar esse dinheiro, já que no final do mês não costuma sobrar tanto. É aí que está o truque: se você não consegue guardar nem 15% da sua renda mensal, isso significa que seu estilo de vida não está compatível com seus recebimentos.

No tópico anterior falamos para você anotar todos os gastos, não é mesmo? Isso não foi pedido à toa. É preciso conhecer seus hábitos para poder mudá-los. Dê uma boa olhada em todo o dinheiro usado e comece a ver o que pode ser cortado, esse é o primeiro passo para poupar.

Se educar financeiramente

Para conseguir definir boas metas e poupar o dinheiro sem prejudicar a rotina da família, você precisará de um pouco de conhecimento. Entenda como funciona o dinheiro, como ele pode ser investido, conheça algumas estratégias usadas para poupar etc.

Além disso, conte com a ajuda de seu parceiro. Se você for casado, aprenda sobre finanças para casais. De nada vai adiantar se você se esforçar, mas seu parceiro continuar com hábitos que não favorecem o enriquecimento, concorda?

Investir dinheiro

Somado a isso, outra coisa que precisa ser feita é investir. Além do famoso investimento na bolsa de valores — esse, com certeza, você já ouviu falar, não é mesmo? — existem vários tipos de ativos que podem ser adquiridos — vários deles são muito simples de entender, como é o caso do Tesouro Direto.

Então, comece a ler sobre investimentos, veja quais são os disponíveis, entenda o que é a renda fixa e a renda variável e escolha as melhores opções. Depois, decida onde investir — bancos ou corretoras? — e comece a colocar seu dinheiro mensalmente. Faça dos investimentos um hábito!

Diversificar a renda

Depois de começar a investir, pense na diversificação da sua renda. Se todo seu dinheiro ficar em uma única aplicação, os riscos são muitos maiores. Por isso é preciso investir em diferentes ativos, sempre procurando as melhores opções que são adequadas ao seu perfil.

É aquela velha história: não podemos colocar todos os ovos em uma única cesta, não é mesmo? Então, comece com um investimento, depois escolha outras opções, sempre diversificando a carteira de investimentos e tentando incluir aplicações de renda fixa e variável.

Por onde começar?

Nós sabemos que parece ser coisa demais a ser feita, mas… quem disse que se tornar um milionário seria uma tarefa fácil, não é mesmo? Entretanto, nada é tão difícil quanto parece. Todas as coisas que falamos neste texto precisam ser feitas, mas você pode ir aos poucos.

Em vez de tentar colocar tudo em prática de uma vez, se embolar no meio do caminho e fracassar, que tal dar um passo de cada vez? Comece corrigindo os erros que não lhe deixam enriquecer. Depois, mude seu pensamento e tente ver o mundo como uma pessoa rica.

Por fim, coloque em prática, um a um, os comportamentos necessários para enriquecer — planejamento financeiro, poupar dinheiro, aprender sobre finanças, investir e diversificar. Crie metas realistas e cumpra com seu planejamento. Agora que já entendeu como ficar milionário, o resto é com você!

Como sabemos que todo esse processo é muito trabalhoso e que só um texto não é suficiente, temos mais uma dica para você. Baixe nosso e-book e descubra o que o impede de se tornar um milionário!

Sobre o autor

Focalise

Focalise

A Focalise surgiu da necessidade dos investidores em ter um ambiente para o debate, educação e apoio às decisões no mercado de capitais.

Buscamos informar, orientar, educar e oferecer serviços que facilitem o entendimento e a identificação das oportunidades de investimentos.

Share This
Navegação
[d]
[d]
[d]
[d]