Como avaliar qual o melhor investimento hoje? | Focalise
Finanças Pessoais

Como avaliar qual o melhor investimento hoje?

qual o melhor investimento
Focalise
Escrito por Focalise

Para atingir uma posição financeira confortável em meio ao caos econômico que o Brasil enfrenta atualmente é preciso encontrar outros meios de complementar a renda. Uma possível saída é começar a investir. Contudo, muitos se perguntam: “Qual o melhor investimento hoje?”.

Esta pergunta não é tão fácil de ser respondida. Precisamos levar em consideração uma série de critérios que leva o investidor a escolher a melhor aplicação do seu recurso. Desse modo, ele poderá avaliar o seu perfil de investidor e selecionar as opções mais viáveis.

Quer saber mais? Então leia o post a seguir para aprender quais são esses critérios e descubra qual o melhor investimento hoje para você!

Quais são os critérios de um bom investimento?

Antes de falarmos sobre as opções de investimentos mais rentáveis no mercado hoje, precisamos deixar alguns fatores bem claros. O primeiro é que não existe o melhor tipo de investimento, e sim aquele que se enquadra como o melhor investimento para o seu perfil de investidor.

O outro fator é conhecer bem quais são os critérios utilizados pelos especialistas para definir o que caracteriza um bom investimento. Dessa forma, o investidor estará ciente dos padrões que deve reconhecer em um investimento para selecioná-lo com segurança.

Confira alguns desses critérios:

  • liquidez — investimento com alta liquidez é um fator de segurança para imprevistos ou para oportunidades repentinas, em que precisará resgatar rapidamente o dinheiro;
  • prazo — deve ser selecionado de acordo com o objetivo daquele investimento;
  • rentabilidade — é preciso ficar atento às taxas de juros que remuneram o seu investimento, se são pré-fixadas ou pós-fixadas, e se estão indexadas a algum índice;
  • retorno — representa os valores do lucro do investimento, se ele possui cobrança de tarifas, imposto ou está isento;
  • risco — em regra geral, quanto maior for o lucro do investimento, maiores serão os riscos, cabe ao investidor medir até onde está disposto a apostar.

Os critérios são excelentes ferramentas de tomada de decisão, mas o investidor deve der cuidado para não guiar toda a sua aplicação de recurso com base apenas neles. A ajuda de uma assessoria especializada é sempre uma boa escolha para maximizar as suas chances no mercado.

Qual o melhor investimento hoje de renda fixa?

Seguindo os critérios mencionados acima, podemos colocar que os investimentos de renda fixa, em sua maioria, atendem a alguns deles. Normalmente, possuem maior segurança, pois o risco é menor se comparado aos investimentos de renda variável, além de terem um fácil acesso.

Dessa forma, eles se tornam uma ótima opção, pois podem oferecer uma alta liquidez para o investidor em alguma eventualidade. A sua rentabilidade e retorno também são bem atrativos, podendo alguns deles oferecer até mesmo isenção total do imposto de renda.

Em 2017, com a queda da taxa selic, que permeia o mercado com seu valor básico de juros, criou um cenário desconfortável para alguns investimentos. Desse modo, com a previsão de queda contínua, os especialistas recomendam a aplicação em tipos específicos de investimento.

Fundos de Investimento

Existem vários produtos de renda fixa disponíveis no mercado, porém, alguns deles são mais adequados do que outros no cenário atual. O investidor deve ser cauteloso na escolha de seu fundo de investimento, pois a queda da inflação gera muitas armadilhas de mercado.

De maneira geral, os fundos de investimentos mais lucrativos no momento são aqueles que dão maior liberdade de escolha ao gestor, permitindo a este trabalhar com um leque maior de alternativas, eles ficam na categorias “Multimercados”.

Na categoria de renda fixa, os com aplicações pré-fixadas também podem ser uma boa opção.

Confira alguns tipos de fundos dentro da renda fixa:

  • debêntures — possuem renda fixa e podem ser pré-fixadas, além de algumas terem a opção de serem convertidas em ações no futuro;
  • tesouro direto — seu custo de aplicação mínima é muito atrativo, taxas pequenas de administração e tem a segurança de ser garantido pelo Tesouro Nacional;
  • CDB — amplamente utilizado, os bancos negociam boas taxas pré-fixadas, principalmente para títulos feitos a longo prazo, além de ter uma liquidez moderada;
  • LCI/LCA — possuem uma alta rentabilidade, pois não sofrem imposto de renda para pessoa física, podem ser pré-fixados e quanto maior o prazo, maior o lucro.

Podemos ressaltar que os CDBs e as debêntures podem ser os mais atrativos dos títulos de renda fixa neste momento. Isso se deve graças ao seu fator de segurança e rentabilidade, que sofrem menor impacto com a queda dos juros se forem aplicados a longo prazo.

Investimentos a curto prazo são viáveis hoje em dia?

Se você pretende investir em pequenos prazos no atual cenário econômico brasileiro, é interessante que procure investimentos pós-fixados. Desse modo, você poderá ter a chance de liquidá-lo com maior facilidade, além de correr menor risco de ficar preso a uma taxa.

Geralmente, o investidor que opta por um curto prazo deve se ater aos títulos e produtos de renda fixa, pois, além de mais seguros, possuem algum órgão garantidor, como o FGC. Assim sendo, se realmente precisar investir em curtos períodos, procure a ajuda de especialistas financeiros para ajudar você a encontrar a melhor alternativa ao seu perfil.

Vale a pena aplicar meu recurso na bolsa de valores atualmente?

A queda dos juros básicos da economia incentiva as pessoas a retirarem o dinheiro guardado e consumir mais, logo, aumenta o lucro das empresas e de seus acionistas. Dessa forma, investir na bolsa de valores pode ser bastante lucrativo para o usuário que enxergue as oportunidades.

O consumo será o maior aliado da retomada das ações, pois alguns setores do comércio se beneficiaram com a retomada do crédito para os clientes. Desse modo, áreas como o varejo e a infraestrutura do país podem se tornar os principais beneficiados.

Alguns especialistas acreditam que 2017 vai otimizar as operações da bolsa graças aos atuais indicadores, como o Ibovespa, que vem em destaque neste ano. Isso aponta que haverá boas oportunidades para todo tipo de investidor que pretende aplicar seu dinheiro no mercado de ações.

Guiando-se pelos critérios de um bom investimento, sua segurança será ampliada ao escolher qual a melhor aplicação hoje. Optar pelos rendimentos de renda pré-fixada agregam maior segurança, porém, o investidor deve ficar mais aberto a outras opções nesse tempo de queda de juros.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, entre em contato conosco agora mesmo!

Sobre o autor

Focalise

Focalise

A Focalise surgiu da necessidade dos investidores em ter um ambiente para o debate, educação e apoio às decisões no mercado de capitais.

Buscamos informar, orientar, educar e oferecer serviços que facilitem o entendimento e a identificação das oportunidades de investimentos.

Share This
Navegação
[d]
[d]
[d]
[d]