7 erros que todo investidor comete ao começar na Bolsa de Valores
Renda Variável

7 erros que todo investidor comete ao começar na Bolsa de Valores

investidor iniciante
Focalise
Escrito por Focalise

Os erros na Bolsa de Valores são comuns entre os investidores, já que ninguém opera de maneira sempre perfeita. Porém, eles aparecem com muito mais frequência entre os novatos. Convencidos pela ideia de que esse investimento de alto risco e alta rentabilidade se encaixa em seu perfil, agem de maneira incorreta devido à falta de conhecimento e de experiência.

Embora não seja possível eliminar completamente todas as falhas, há formas de reconhecer as mais comuns e agir de modo a impedir ao máximo que elas aconteçam. Quer saber como? Então veja a seguir 7 erros que todo investidor comete ao começar nesse segmento!

1. Querer retorno rápido

Por mais que a Bolsa de Valores sinta facilmente as variações do mercado, isso não significa que o retorno será imediato. Na verdade, o fato de a Bolsa apresentar modificações constantemente só fortalece a afirmação de que, para conseguir consistência de resultados, é preciso esperar.

Mesmo quando a empresa é promissora ou já consolidada, o retorno desse investimento tende a ser em médio e longo prazo. Seduzidos pela ideia de que a rentabilidade é elevada e que tudo muda a qualquer instante, muitos investidores iniciantes buscam o retorno rápido.

Contudo, essa é a fórmula mais eficiente para errar no timing de compra e venda de ações, levando à perda de dinheiro e ao comprometimento de resultados. Além de tudo, encarar a Bolsa dessa forma é o caminho certo para a frustração.

2. Tratar o investimento como um jogo de azar

Outro erro comum consiste em tratar a Bolsa como se fosse uma espécie de cassino. O investimento passa a funcionar como um jogo de azar e, baseando-se na emoção ou nos pressentimentos, o dinheiro é aplicado em um ou noutro lugar.

O problema é que isso aumenta ainda mais os riscos dessa abordagem. Sem tomar decisões embasadas, as chances de acertar caem consideravelmente e tudo passa a ser uma questão puramente de sorte.

Na realidade, para investir corretamente é preciso buscar informações, analisar os papéis e, aí sim, fazer uma escolha adequada. Não se trata de sorte, mas de preparação e de uma boa tomada de decisão considerando os riscos apresentados.

3. Não seguir uma estratégia

Para maximizar as chances de sucesso, ter uma estratégia é uma tarefa importante. Ao selecionar a metodologia que melhor funciona, o investidor é guiado adequadamente sobre quais devem ser os próximos passos.

Desconhecendo essa importância, muitos iniciantes abrem mão desse recurso. Em vez de seguirem uma estratégia, agem de maneira descoordenada, simplesmente seguindo com o fluxo que lhes é imposto.

Outro erro comum nesse sentido é o de delimitar uma estratégia e modificá-la com o tempo. Embora seja importante fazer modificações para se adaptar à nova realidade, mudar o tempo todo de metodologia diminui as chances de conseguir um resultado eficiente.

4. Esquecer-se de diversificar a carteira

Outro entre os erros na Bolsa de Valores se dá quando quem investe fica “viciado” em uma aplicação. Como ela está dando bons resultados e é confortável o bastante para o seu perfil, ele foca seus recursos e esforços nela.

Essa é uma falha, assim como algumas outras, que pode acontecer até mesmo entre traders e pessoas experientes, mas tende a ser mais comum entre os novatos.

O grande problema é que isso aumenta os riscos devido à falta de diversificação. Em vez disso, deve-se diluir parte dos recursos entre outras ações, de modo a diminuir os possíveis riscos.

5. Ter excesso de confiança

Uma falha que também acomete os iniciantes — e até os mais experientes — é o excesso de confiança. Especialmente após encarar uma boa sequência de resultados, quem investe pode se sentir excessivamente confiante.

Essa falta de humildade faz com que decisões incorretas sejam tomadas mais facilmente. Sentindo que não é necessário analisar os papéis com atenção porque seus resultados são bons, o indivíduo aplica o dinheiro de maneira pouco vantajosa ou menos interessante do que outras possibilidades.

Dependendo da situação, esse excesso de confiança leva o investidor a correr mais riscos do que a sua capacidade ou do que o necessário. Eventualmente, a perda de dinheiro é um dos efeitos dessa postura.

6. Não buscar especialização no assunto

Investir na Bolsa de Valores exige conhecimentos específicos sobre conceitos como operações, prazos, riscos, resultados das empresas e outras coisas. Embora não seja nenhuma ciência impossível de ser entendida, ela exige dedicação e esforço para que se conheça seu mecanismo.

Além disso, é recomendado acompanhar as notícias do mercado, de modo a tornar as análises ainda mais assertivas e adequadas.

Porém, o que muitas vezes acontece é que quem começa nesse mundo decide dar seus primeiros passos sem qualquer tipo de conhecimento prévio. Isso faz com que tudo se transforme em um processo de tentativa e erro que pode custar caro.

Além de tudo, também não é incomum ver alguém que começa nesse ramo com algum conhecimento, mas que não vai em busca de novos dados, informações e métodos. Como o mercado muda constantemente, a forma de fazer esses investimentos também se modifica. Ao não buscar especializações, há um desperdício de oportunidades.

 

7. Não saber a hora de agir

Esse tipo de investimento está ligado ao timing das ações. O que gera a rentabilidade em ações de trading, por exemplo, é a compra em baixa e a venda em alta. Inverter esse fluxo leva à perda de dinheiro, enquanto outros estão coletando os seus lucros.

Com menos experiência ou conhecimento, quem começa a se aventurar nesse ramo pode cometer erros ao agir de maneira precipitada ou atrasada. Muitas vezes, isso significa a perda de oportunidades que não serão vistas novamente.

Além disso, a falha sobre quando agir também está ligada à facilidade de saber a hora de parar. Motivados por resultados bons ou muito ruins, há quem continue aplicando recursos indefinidamente. Novamente, isso leva à falha da falta de estratégia e metodologia, o que compromete os resultados.

Você comete ou já cometeu algum desses erros na Bolsa de Valores? Para tornar seus investimentos cada vez mais assertivos e rentáveis, assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo!

Sobre o autor

Focalise

Focalise

A Focalise surgiu da necessidade dos investidores em ter um ambiente para o debate, educação e apoio às decisões no mercado de capitais.

Buscamos informar, orientar, educar e oferecer serviços que facilitem o entendimento e a identificação das oportunidades de investimentos.

1 comentário

Share This
Navegação
[d]
[d]
[d]
[d]